Yumeiro Pâtissière

10 abr

Oi!!

  Lembram do post que fiz quando comecei a assistir Yumeiro? Então, acabei de ver hoje e vim fazer uma resenha um pouquinho mais digna…

  Para minha felicidade, o anime não me decepcionou. A mesma empolgação que eu senti no primeiro episódio, senti em todos até o final. Gostei MUITO mesmo. O anime, apesar de longo, não é cansativoo nem tedioso. É divertido do começo ao fim!

   Yumeiro Pâtissière (que significa algo como, a patissiere da cor dos sonhos)  é um anime shoujo (kodomo), com 50 episódios só na primeira temporada, baseado no mangá escrito por Matsumoto Natsumi, e publicado na revista Ribon. O mangá é um sucesso no Japão, e ganhou o 56 Shogakukan Award na categoria Kodomo.

   Yumeiro Pâtissière conta a história da pequena Amano Ichigo, uma menina que cresceu na sombra da sua irmã, que era muito boa no piano, enquanto Ichigo não conseguia ser particulamente boa em nada.

   A única coisa que Ichigo parecia ser REALMENTE boa era em comer doces. Ela não se contém quando vê um bolo pela frente, e, não importa o quanto ela tenha comido antes, ela sempre consegue comer mais, e decifra magicamente cada ingrediente das comidas graças a seu paladar extremamente apurado.

   Em uma de suas buscas por comida, Amano vai parar em um evento de confeitaria. Lá ela prova um bolo que lhe provoca muita nostalgia: o sabor é parecido com os bolos que a sua falescida avó fazia. Intrigada com o sabor do bolo, ela vai em busca do confeiteiro responsável, e se encontra com Henri. Henri é professor de uma renomada escola, a St. Marie Academy, e impressionado pelo paladar da menina, recomenda Amano para a escola.

  Ichigo percebe que sua vocação é ser uma pâtissière, assim como a sua avó era. O seu sonho é criar doces capazes de deixar as pessoas que provam felizes.

   Apesar da falta total de habilidades culinárias (afinal, até então ela só era boa em comer), ela já é designada para o grupo de elite da escola, por conta das recomendações do professor. Ela fica no mesmo grupo dos chamados “Três Príncipes dos Doces”: Kashino Makoto, o rude especialista em chocolates; Hanabusa Satsuki, o galanteador e narcisista “príncipe das rosas”, especialista em esculturas de caramelo ; e Andou Sennosuke, o amável especialista em doces japoneses.

  Apesar de todas as dificuldades que encontra, Ichigo não desiste. Mesmo intimidada pelos seus hábeis companheiros de equipe, ela pratica para aperfeiçoar a sua técnica.  Comovida pelo esforço da menina, um dos espíritos dos doces (que na realidade são umas fadinhas muito moe moe) chamada Vanilla a elege como parceira, e passa a treinar Ichigo.

  Ao longo do anime, vemos uma bonita amizade crescer entre os membros do grupo, e descobrimos que todos eles também possuem espíritos dos doces consigo. Chocolat é a espírito de Kashino; Café (o único menininho da turma) é o espírito de Hanabusa; e a doce Caramel é a espírito de Andou.

   Um dos pontos interessantes é que os espíritos não fazem o trabalho pelos seus parceiros, muito menos os ajudam com magia. Eles apenas ensinam técnicas e apóiam os seus parceiros, treinando junto com eles.

   Durante o anime, a equipe de Ichigo ingressa no Cake Gran Prix, uma enorme competição de doces da escola, e, mais tarde, entre todas as St. Marie Academy do mundo. A partir daí, os episódios ficam marcados pelo treinamento para as etapas do Gran Prix, e as competições (além de uns poucos episódios não relacionados com o concurso). Mas…

   Não é por ser previsível e quase rotineira, que a grade de episódios fica chata! Todos os episódios das competições são ótimos, muito bons mesmo!! (Quer dizer, menos um dos episódios finais, aquela semi-final dos vestidos, que não me convenceu! hahaha). eu, sinceramente, gostei de todos os episódios do anime, vale muuuuito a pena assistir!

  Agora, algumas considerações…

   Quanto às “viagens psicodélicas” que dominavam os personagens quando eles provavam algum sabor divino, não me incomodaram muito… Até que em um episódio (aquele da fazenda de laticínios) eles colocaram um dos caras lá pra se imaginar regendo uma “orquestra” de vacas!!!! Oo!!!!!!!!! Quiquiissu???? Mas enfim… Foi um caso isolado.

   Outra coisa que me incomodou… MUITO, foi o Henri-sensei. Sério, eu gostava dele! Até o episódio do vestido de chocolate, onde eles querem sugerir que a admiração que a Ichigo sente por ele é um pouco mais do que isso (coisa já sugerida antes) e o pior, que ele meio que, correspondesse à isso. OO”” !!!! Gente!!! Se ele namorasse a Kaichou Mari, ou qualquer outra aluna do colegial, beleza, já que ele é um professor jovem. Mas aquele flerte com uma menininha do fundamental 2, me deixou passada! Não que ele fosse ter alguma coisa com ela, isso é óbvio. Mas só fato dele meio que estimular uma fantasia da menininha jovem, me revoltou. Ele parece se divertir em deixar as menininhas mais novas apaixonadas por ele.  Womanizer pedófilo! Te desprezo, Henri-sensei! (E isso dá cadeia, tá???) (Mas é fichinha perto daquele professor da Sakura que tem um romancezinho com uma das amiguinhas dela. Nojinho. Vocês lembram?)

Que papelão, Henri-sensei!

  E agora, as coisas que eu mais gostei…

  Amei amei amei os espíritos dos doces! Adoro fadinhas, e essas são as mais moe moe moe fofitas da história. Adoro o Café-kun e a minha favorita, Caramel (a mais bonitinha e meiguinha!!).

  Gostei muito deles não levarem a história para um lado romântico. Os personagens são muito jovens! Achei muito bonitinha a maneira como a paixonite de SPOILER: Kashino pela protagonista foi tratada: de uma maneira doce e nada apelativa. Afinal, ela é uma criança inocente (e ele também!^^). Achei maravilhosa a solução romântica do final. SPOILER: Foi bem tipo, nos amamos mas agora não é o momento para isso. Vamos esperar um pouco, até que estejamos mais maduros e seja a hora certa. Achei lindo, achei digno, e porque não, muito maduro da parte dos personagens.

  Os meus episódios favoritos são o do circo, e aquele do músico! ^^ Muito fofos! E quem pode se esquecer da Caramel andando na vaquinha, ou do Café-kun tomando banho de rosas na xícara? MUUUITO MOOOOE MOE MOOE

   Amei os príncipes (principalmente o Andou, e depois o Hanabusa… o Kasinho é o de quem menos gosto, mas mesmo assim gosto dele)! Gostei bastante da protagonista (pra variar, hahaha), amei as fadinha, os doces, a competição, tudo!

  A abertura e o encerramento também são uma graça. A abertura se mantém a mesma o anime todo (com pequeninas variações), enquanto o encerramento muda, mas a música continua a mesma.

  No final do anime, nos últimos minutos, o tempo acelera frenéticamente, e já faz o gancho para a próxima temporada, que eu vou começar a assitir agora! Yumeiro Pâtissière SP, vamos lá!!!!!

XOXO

Mallu

Anúncios

4 Respostas to “Yumeiro Pâtissière”

  1. pers_core 10/04/2011 às 23:34 #

    Mallu,

    Caramel é a minha favorita tb! E não falei do Henri no seu primeiro post, só pra ver se vc iria desgotar dele tanto quanto eu!

    Que bom que não se entendiou, por ser um anime longo isso poderia acontecer! Agora assisti ao SP!! rssr

    Adorei sua resenha, parabéns!!

    Bjs

    • Mallu 10/04/2011 às 23:44 #

      Awwn a Caramel é um bebê né??? Muito fofa!
      Huahahahaha vc tbm desgostou dele? que bom! achei que eu que era a preconceituosa! hahahaha

      Vou começar o SP agora!!

      Obrigada pelos elogios Pers!!
      bjos

  2. Gabrielly 20/01/2014 às 15:56 #

    tem a segunda temporada com o romance eu me amarei quero mais T-T

  3. Shelly 23/10/2014 às 22:28 #

    Eu adorei o anime,muito interesante amei …
    Foi uma das historia que eu mais gostei alem disso a história e única não tem nenhuma outra que vai me impolgar tanto como Yumeiro patissiere

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: