Tag Archives: Filme

Primeiro teaser de Helter Skelter

28 fev

Oi!!^^

Eu vi lá no Shoujo Café que saiu o primeiro teaser do filme de Helter Skelter ou rerto iskerto em japonês (sim, eu sou cruel com a pronúncia) XD. Eu estava muito ansiosa por esse filme… até esse grito forçadão que a menina dá no trailer ¬¬”  .Já vi que assistirei mais por curiosidade mórbida do que que qualquer outra coisa. Eu não estou botando muita fé no filme, mas se ele der certo será uma grata surpresa!

Para quem não conhece, o filme é baseado no mangá homônimo de Kyoko Okazaki, que conta a história de uma modelo que trata a sua aparência de forma doentia, e na busca da perfeição se submete à diversas cirurgias plásticas que com o passar do tempo vão desfigurando a moça (tipo que nem a Gretchen). O mangá é extremamente pesado e discute de forma muito intensa as imposições da ditadura da beleza e o impacto que essas exigências tem na vida de uma pessoa (ainda mais uma modelo). Se o filme for uma adaptação boa, não vai ser nada light…

Não estou botando muita fé, mas com certeza esse é um flme que eu não vou perder!

xoxo

Mallu

Anúncios

Warner planeja fazer filme live-action de Bleach (e Death Note?)

23 fev

Yo!
A Warner Bros. adquiriu os direitos de adaptar o mangá Bleach, de Tite Kubo, e tem planos para um filme live-action. Eles agora estão desenvolvendo o projeto com a Viz (editora que publica a versão em inglês de Bleach), e já parecem ter a equipe pronta.

O mangá, que é muito famoso, já vendou 75 milhões de cópias no Japão. A Shueisha publica o mangá na revista semanal Shonen Jump no Japão, e o Studio Pierrot tem feito a adaptação do mangá para o anime e para os filmes desde 2004. Aqui em terras verde-amarelas o mangá é licenciado pela Panini. Desde 2008, no Brasil, os canais pagos de televisão Animax e Sony Spin exibiram os episódios 1 ao 52 e 53 ao 109, respectivamente.

A Warner Bros também adquiriu os direitos de fazer adaptações do mangá Death Note, de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata, que é distribuído no Japão pela Shonen Jump, na América do Norte pela Viz e no Brasil pela JBC. Eles estão adaptando os mangás Ninja Scrool (Jubei Ninpucho), de Yoshiaki Kawajiri, e Akira, de Katsuhiro Otomo. A Editora Viz até instalou um escritório em Hollywood em 2008 para levar os produtores do lugar a terem interesse nas propriedades da editora (Mangás, hehe). Segue um video de Akira (que é um dos mangás mais famosos de todos os tempos) abaixo:

Bom, uma vez ouvi alguém dizer que não tinha gostado do filme de Dragon Ball, desenvolvido pela Fox… Mas nunca se sabe né? Eu mesmo não assisti. Prometo que assistirei e direi algo sobre. Quem sabe não sai um filme bem legal pros fãs (to dentro) assistirem, né? Tomara!! Torçamos, pessoal!

Jaa!

Fonte: ANN 

Paradise Kiss – o filme

2 nov

Oi!!!

Para os interessados, eu não morri e estou de volta!!! Nada melhor para o meu retorno do que falar do filme derivado de um dos meus mangás top top, Paradise Kiss!!

Mas antes disso, eu gostaria de agradecer aos meus leitores que mesmo com o blog paradinho continuaram comentando e me apoiando, muito obrigada mesmo! Fico muito feliz em saber que o blog está sendo útil como fonte de entretenimento para alguém!

Mas voltando para o que todo mundo estava esperando (ou não), uma resenha para ressuscitar esse blog! O problema é que o post de hoje vai ser um pouco dividido, já que o filme me despertou emoções opostas. Vamos começar pelo mais importante, pela revolta!

Eu estava desesperada para assistir ao filme desde que ele foi anunciado. Por ser uma história jovem com emoções bastante realistas, eu estava pensando que poderia ser o melhor live-action ever. Mas não foi. Na verdade, passou bem longe disso.

Live-actions são sempre assuntos polêmicos, especialmente entre os fãs mais radicais. É impossível agradar à todos eles. Sempre irão reclamar ou do elenco, ou dos cortes, ou do cenário, enfim, agradar aos fãs mais hardcore não é um trabalho fácil (digo isso por experiência própria, quem acompanha o blog viu a minha saga para aceitar o dorama de Ouran, que ainda bem teve um final super feliz!). Mas para mim, o mais importante numa adaptação é que o “clima” da história seja preservado. A atmosfera que uma série exala faz com que, independentemente do formato, ela atinja o seu público. E o filme de Paradise Kiss pecou exatamente nisso.

Eu fiz uma resenha sobre Parakiss (anime e mangá) logo no começo do blog, e não me orgulho nem um pouco dela. Eu revisitei a série esse ano, e comentei um pouquinho sobre o anime aqui. Mas para quem não conhece a série, eu vou dar uma luz sobre ela. De uma maneira superficial, Parakiss conta a história de uma jovem do ensino médio que, ao ser descoberta como uma beldade na rua, é dragada para um grupo de estudantes de uma escola técnica de moda que desejam fazer dela a sua modelo. Nisso ela se envolve com o designer, o inesquecível George Koizumi.

Mas não basta o resumo de uma série para se fazer um bom filme, coisa que os diretores do live action pareceram ter esquecido. Paradise Kiss é muito mais do que isso, é uma série que discute as emoções avassaladoras da juventude, o impulso, a paixão, o desejo, e acima de tudo: o sonho. Por meio de Yukari, que começa a série vivendo uma vida padrão, somos colocados de frente para o famoso dilema do “e agora?”. Ela continua os estudos (área que sempre teve que se esforçar muito para obter algum sucesso) para se garantir profissionalmente, ou investe no sonho de se tornar uma modelo? E George? Ele deve podar a sua inspiração ou continuar desenhando roupas de sonho?

Ou seja, o que eu quero dizer é: Paradise Kiss não é apenas uma história sobre o que um grupo de jovens fez, mas sim sobre os sentimentos que motivaram essas ações. Essa é a sedução do mangá, que o filme ignorou.

O filme além de fazer mudanças estapafúrdias na história, como abalar profundamente a paixão entre George e Yukari (que eu afirmo, era uma paixão tórrida, não era um amor puro cheio de margaridas, eles eram unidos pelo desejo um pelo outro, George encontrou em Yukari a sua musa, ela por sua vez teve contato com um sonhador, e se apaixonou pelo mundo de maravilhas que vinha com seus objetivos). O filme foi apenas um amontoado de acontecimentos corridos e sem significado.

Esse é o meu jeito enrolativo de dizer que o filme estava muito chato e que não tinha nada a ver com a minha série maravilhosa e amada. Era uma decepção. Até os 15 minutos finais…

E eu que estava de mau-humor com o filme (segue a lista com alguns motivos):

  • Aquele guri feio que faz o Tamaki do Ouran foi escalado de novo como galã (e olha que eu ganhei simpatia pelo menino depois do dorama);
  • O cabelo da Miwako não sé rosa (e o do George não é suficientemente azul, embora o menino estivesse bonito no filme, então tudo bem);
  • Aquela atriz, que interpreta a “rival” de George que recebe meu ódio desde aquele personagem irritante dela em Hana Yori Dango (coitada né, só dão papél de mulher pentelha pra ela!);
  • As músicas são chatinhas;
  • Não fica claro o quão irreais são as roupas que George faz, e o obstáculo que ele enfrentaria em sua carreira;
  • E mais importante de tudo, indignada com a falta de paixão!

… me deixei seduzir nos minutos finais.

Por conta de um simples motivo, ELES DERAM O FINAL QUE 99,9% DOS FÃS SONHOU PARA A SÉRIE. Eu fiquei em êxtase. Quando eu percebi o rumo que a história estava tomando após uma inocente fala do Tokumori no meio da rua, eu chorei. Quando chegou o momento esperado, eu estava chorando e gargalhando alto ao mesmo tempo.

E o que é pior? Um filme fantástico com um final decepcionante, ou um live-action nada a ver COM O FINAIL MAIS PERFEITO DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE?? Tirem as suas próprias conclusões.

Não recomendo o filme para quem nunca leu o mangá, seria uma primeira impressão muito fraca sobre a história.  Esse é o típico material que é válido para levar quem já é fã ao delírio, e só.

Mas uma pequena ressalva quanto ao fim… Precisa mesmo separar o casal por anos para depois reatar? Japão, a gente já está cansado desse recurso, ATÉ QUANDO??? (E Coréia, se liga aí! Parakiss seria um dorama sensacional, hein?).

XOXO

Mallu

Trailer de Paradise Kiss e Último volume de OURAN

30 mar

Oi!!^^

  Nossa senhora da bicicletinha, de hoje eu não passo. Notícias lindas (uma feliz e outra nem tanto) das minhas duas séries favoritas!!!!

  Hoje saiu o tariler completo do filme de Paradise Kiss. Está parecendo que o filme vai ser bem fiél à história original! Esse é pra aumentar a ansiedade!!

  E agora a notícia chatinha… Eu sei que a série já acaboou, eu já li até o final, mas enfim… quando o último volume sai, é como se mostrasse que é o fim MESMO (embora eu esteja na esperança de um volume extra com os gaidens). Dia 5 de Abril será lançado o último volume de Ouran (com direito à eventos especiais com a autora -chique-).

  Preciso falar que amei a capa? Melhor que isso só se fossem todos os hosts juntinhos (ok, isso seria bem melhor né?). O último capítulo, para quem ainda não leu, pode ser um pouco decepcionante para os leitores que queriam um pouco mais de paixão. Mas tem todo o MOE MOE que a série prega desde o seu início.

Vi a notícia no Shoujo Café.

XOXO

Mallu

Liar Game – The Final Stage

21 dez

Oi!!

  Nossa faz tamto tempo que eu não posto nada… confesso que tive vontade algumas vezes, mas a vergonha pela ausência prolongada foi ainda maior… Gomen pessoal!!! T.T

  Enfim, hoje eu vou comentar uma Suuuper novidade (ahhã!)! rsrsrsrs Tá, não é novidade, mas eu só assisti ontem… O Filme estreiou nos cinemas japoneses no dia 12 de Agosto, e conta com os personagens principais de sempre, Kanzaki Nao (Toda Erika) e Akiyama Shinichi (Matsuda Shota), além de alguns outros jogadores que apareceram outras vezes, e mais um bando de gente estranha, extravagante e cafona (deve ser um dos critérios para participar do jogo…).

   Então, por favor, sejam bem-vindos ao meu post de retorno ao blog, comentando o filme que finaliza o dorama, Liar Game – the final stage !!!!

  Eu já falei sobre Liar Game aqui no blog, no ano passado (Gente, agora que eu vi, foi exatamente nesse mesmo dia do ano passado (musiquinha chiclete da abertura de Liar Game, pra dar um clima de tensão, hehe)).

  Eu gosto de Liar Game. Apesar de todas as breguisses e muitas cenas forçadas, com gargalhadas do mal, muita gritaria, e expressões faciais extremamente teatrais (Fukunaga feelings?), eu fico completamente presa na história!!

  Porém eu esperava mais do filme…

  Foi legal e tudo, mas eu esperava uma coisa mais especial… E não foi nada além de outra fase, como as diversas que vimos ao longo das temporadas. Eu vejo o filme como um episódio longo, a sorte é que foi um episódio bom ^^.

  O único problema é que, com o tempo limitado do filme, subtraindo ainda o enorme tempo que as explicações (tanto das regras da fase, quanto a cada jogada brilhante) consomem, sobra pouco tempo para construir a gostosa tensão que fica no ar enquanto se assiste ao dorama de Liar Game.

  E, com a redução da tensão, as tosquices da série ficam mais evidentes. Coisas que seriam relevadas facilmente no dorama, saltam aos olhos no filme, o que faz parecer que o filme é pior do que a série, mas na realidade é igual (vejam bem, esta é a minha opinião).

  Para começo de conversa, eu tenho medo dos jogadores do Liar Game. Tem o do lencinho, o do casaco de onça, tinha até macacão dourado-astronauta! Gente, o que há? É carnaval? Seria este um recurso para quebrar a tensão do jogo? Porque sempre teve gente estranha jogando, mas no filme eles se superaram MUTO!

  Para mim o ponto alto do filme foi que eles nos forneceram uma Kanzaki Nao (Toda Erika ) muuuito menos idiota! Fiquei muito feliz com isso! Para quem não aguentava ver o dorama por conta da nossa protagonista monga (Oi Patríciooo! \o/) o filme é uma grande oportunidade! Ok, ela ainda é bobinha e quer “salvar o mundo das cáries” , mas mesmo assim, ela não é mais tão burra. 

(Pequeno grande spoiler, selecione para ler)

  Fiquei muito feliz também quando no final, Nao-chan é impedida de se sacrificar em nome de todos, porque aí ela perderia o mínimo respeito que conquistou da minha parte nesse filme. Por outro lado eu AMEI a parte que Akiyama-san segue Nao nas maçãs vermelhas, na tentativa de impedir que ela ficasse com uma dívida gigaaante, mesmo que ele se prejudique (e no caso, muito) com isso.

  Enfim, se você acompanhou Liar Game nas 2 temporadas, você PRECISA assitir ao filme. Se você só assitiu a 1 temporada, pode assistir sem problemas também, que tenho certeza que você vai entender. Não viu nenhuma temporada? Pode assitir, mas não pode falar mal depois, hein? Não quero ver ninguém criticando Liar Game sem ter ao menos assitido à 1 temporada!

  Para quem se interessou, vou postar aqui o Trailer e o site oficial (é em japonês, mas vale entrar só pela imagem e a musiquinha ^^)

  Eu vou comentar alguns absurdos do filme, mas como são spoilers, quem quiser ler seleciona. Quem não quiser estragar a surpresa, assiste primeiro e depois vem aqui!^^

  E que final foi aquele?? Péssimo. Eu tava crente que Akiyama-san tinha guardado uma maçã dourada no bolso pra quebrar a perna de todo mundo!!! Que decepção!! Teria ele feito isso para dar uns pegas na Nao-chan? Mistério…

  Por falar em pegação, o que foi aquele clima da cena do gloss? Que medo! E o momento novela mexicana do tapa na cara? Mais alguém riu ou fui só eu?

  E o finalzinho, “Você pode viver com as minhas mentiras?” Proposta de casamento??? E a resposta da idiota da Nao? Tá errado! Minha filha, a resposta exata seria “você precisa de alguém para acreditar nelas”. Esse povo ta precisando ler um pouco mais de shoujo/josei antes de fazer uma cena dessas! Mas enfim, gostei da insinuação de que eles ficam juntos… mas… faltou conteúdo, né?

Pra finalizar, eu gostei do filme, gosto de Liar Game ^^

Dá um aperto saber que é o fim… T.T

Eu recomendo!

XOXO

Mallu

Tokyo Godfathers

1 nov

Oi!!^^

  Hoje eu assisti um filme fantástico (que já era para eu ter assistido a muito tempo), Tokyo Godfathers.

tokyogodfatherspic

  Eu fiquei simplesmente apaixonada. A história é incrível, a fotografia é incrível, os personagens são muito incríveis… em resumo, o filme é incrível. (Sem mais comentários incríveis).

  Resuminnho básico: três desabrigados (cada um por suas razões) encontram um bebê abandonado no lixo em plena noite de Natal. Ciente de sua falta de condições para criar a criança, o grupo decide então encontrar a mãe do bebê.

  O filme, de Satoshi Kon,  tem uma forte carga dramática permeada por comédia, o que torna o filme leve e extremamente divertido.

  Recomendo para todos ^^

Agradecimentos especiais a Chan-chan, que me emprestou o DVD u.ú

XOXO

Mallu

XXX Holic

27 set

   Oi!!^^

  XXX Holic é um mangá de autoria da CLAMP, e tem seus capítulos publicados semanalmente na “Weekly Young Magazine” da editora Kodansha. No Brasil, a série chega no formato de meio tankobon, com publicação bimestral pela JBC (o que nos dá um mangá de Holic a cada 4 meses T.T).

Yuuko e Watanuki

Yuuko e Watanuki

  O mangá ganhou 2 temporadas de anime (XXX Holic, com 24 episódios, e XXX Holic Kei, com 13 episódios), um filme (XXX Holic: Sonho de uma Noite de Verão) (que é muuuito mara), e uma OVA de 2 episódios ( XXX Holic Shunmuki).

  Holic conta a história de Watanuki Kimihiro, um jovem cujo sangue possui o poder de atrair espíritos, chamados de Ayakashis, que, em um dia, arrastado pelas inevitáveis forças do destino, é atraído para a misteriosa loja de Ichihara Yuuko.

180px-1314

  Esta é uma loja capaz de realizar desejos a partir de um pagamento equivalente. Watanuki então, começa a trabalhar na loja como pagamento de seu desejo de não poder mais ver nem ser perseguido pelas Ayakashis. E é por meio doss clientes que vão até a loja que a história vai se desenrolando, sempre atravéz da característica pergunta de Yuuko-san : ” Você tem algum mal hábito?” .

  Daí o título do mangá, XXX Holic, que significaria algo como “vícios explícitos”, já que holic é um sufixo inglês para hábitos compulsivos, como workaholic (alguém viciado em trabalho) e shopaholic (alguém viciado em compras), etc. XXX, bom, todo mundo sabe, né? Hehe… Mas só pra ninguém dizer que eu não falei, XXX é um indicativo, também inglês, para material adulto com conteúdo explícito. MAS PELO AMOR, QUEM VIER FALAR QUE HOLIC É HENTAI VAI LEVAR UMA PEDRADA! Gente, Holic não é hentai, prestenção…rsrs, é só o nome, que como eu já disse, quer dizer Vícios Explícitos, pois com seus poderes, Yuuko reliza desejos, inclusive os de livrar as pessoas de seus maus-hábitos, claro, se elas pagarem o preço e REALMENTE quiserem mudar.  

  Na história, conhecemos também Doumeki, que tem o pooder de repelir e exorcisar espíritos, e Himawari, por quem Watanuki é apaixonado, mas não é, de fato, a sua “deusa da sorte” (o porque disso é um dos infinitos mistérios da história). Além da pequena Kohane, que aparece mais adiante na série, que também consegue ver os espíritos.

De cima para baixo, Doumeki, Yuuko, Himawari, Kohane e Watanuki

De cima para baixo, Doumeki, Yuuko, Himawari, Kohane e Watanuki

  Existem muitos mistérios no mundo de Holic. Mundo este que não possui coincidências, só o inevitável. Cada simples acontecimento é uma importante linha na trama do seu destino.

“Eu devo atender ao seu desejo?”

XOXO

Mallu

Robin Williams vai interpretar Susan Boyle

30 ago

Yo!
Perdoem-me por esse post, mas eu não pude resistir. Estava eu surfando pela internet… Quando vi isso…
Lembram-se de Susan Boyle? Aquela mulher que cantou no Britain’s Got Talent?

Pois é… Logo depois do grande sucesso, houveram boatos sobre a produção de um filme contando a vida dela. E realmente, produzirão o filme! Só que a maior novidade é… Robin Williams vai ser Susan Boyle!!

Susan-Boyle-and-Robin-Wil-001

Hahaha, Robin já fez papel de mulher em outros filmes, e disse que está ansioso para o inicio das gravações.
Na verdade, alguns sites na internet dizem que ele já está escalado para o papel; outros dizem que ele é um dos artistas que poderiam ser escolhidos. Então, não tenho certeza. Mas é bem provavel, certo? os dois se parecem… Eu acho. Nada que uma maquiagem não faça, pra ele virar a Susan.
Bom, perdão por esse post nonsense, mas eu tive que falar sobre isso!!

Obrigado pela atenção. Haha
Patrício.

 

[Adendo da Mallu: O Robin maquiado vai ficar igualziin… rsrsrs. E este é o REAL post aleatório…rsrsrsrsr]

Gokusen

22 ago

Bom, em primeiro lugar, desculpem pela demora pra postar… Mas eu ando meio ocupado HAHA XD!!
Então, hoje vou falar sobre Gokusen.

Gokusen_Pic

Gokusen é uma série de Mangá criada por Kozueko Morimoto, que publicada na revista YOU, fez sucesso e ganhou uma versão em Dorama, depois uma em anime. O sucesso foi grande que fizeram para o dorama, uma segunda e terceira temporadas; e recentemente (em 2009) um filme. Todos eles com altos índices de audiência.
A história de Gokusen gira em torno de Yamaguchi Kumiko, uma professora de matemática, neta de um chefe da Yakuza, que leciona numa escola masculina.

gokusen

A história começa quando Kumiko (ou Yankumi, como foi apelidada por seus alunos) vai trabalhar pela primeira vez, na escola Shirokin Gakuen, cheia de esperanças de fazer a diferença na vida dos seus alunos.  O problema, é que ela foi designada para ser a professora da classe 3-D, que é a pior da escola (que nenhum professor gosta). Todos da sala são alunos delinquentes, e as esperanças dos professores era que o ano acabasse logo, para se livrarem deles. Mas Yankumi ao assumir o cargo de professora, não desiste deles. Como não confiam em professores, fazem várias coisas para assustar, e fazer Yankumi ir embora, mas ela sendo neta de um chefe da Yakuza (fato preferiu esconder de todos para não interferir em seu trabalho) não iria se assustar tão facil. Ela fica, e pouco a pouco vai ganhando a confiança dos alunos até eles virarem uma espécie de time.

gokusen-1

E não esquecendo  do Shin, na primeira saga do dorama, o segundo protagonista é Sawada Shin, um dos alunos de Yankumi. Ele era o líder dos deliquentes do 3-D, e conquistar a confiança dele, foi mais dificil que a dos outros. Não que seja um spoiler, mas fica na cara… Depois de um tempo ele se apaixona por ela!! =O
E só como curiosidade, o cachorro que existe no Anime, não existe nem no Mangá, nem no dorama.

gokusen1

No Dorama, Yankumi é interpretada por Yukie Nakama e Sawada Shin é interpretado por Matsumoto Jun; que interpretam muito bem (eu acho).
Depois de toda a primeira saga, vem a segunda e a terceira, onde mudam as coisas. Digo, Yankumi muda de escola, e de alunos.
Assisti só até a metade da segunda saga (ainda), no começo da segunda, tive a impressão que a história iria se repetir exatamente igual a da primeira, mas não foi assim. Continuo assistindo, e recomendo, pelo menos os primeiros capítulos.
No post anterior eu coloquei a abertura de Gokusen Anime, e o trailer do Filme. Para ir para o post anterior, Clique Aqui .


Bom, então é isso.
Ja Ne ^^”
Patrício.

Koizora

31 jul

Yo!
Hoje vou falar sobre o FILME de Koizora.
Koizora (Sky of Love/Céu de Amor) é um filme de romance baseado em uma “mobile phone novel” escrita por uma jovem chamada Mika, baseada em suas próprias experiências.

koizora-movie1

O filme de Koizora conta a história de Mika, que é uma garota normal na escola. Um dia, ela perde seu celular, e o encontra na biblioteca, mas todos os contatos dela haviam sido apagados. Então, alguém liga pra ela, um garoto. Ele havia encontrado o celular e pegado o número dela. Ele não a diz quem é, mas durante muitos dias eles conversam, e acabam virando amigos. Assim, no aniversário de Mika, ele resolve se encontrar com ela para dar um presente de aniversário; eles se encontram, mas o misterioso garoto era um menino de sua escola que a assustava, Hiro, então ela foi embora. Mas depois de algum tempo, ela conhece ele melhor, pessoalmente e eles começam a viver uma história de amor.

koizorafotodels

Bom, eu gostei da história de Koizora, mas não pude falar tudo aqui tentando não dar spoiler…. Achei uma interessante, principalmente depois que vi que era uma história de fatos reais… Bom, para as choronas de plantão, preparem os lenços. O filme não é tão comovente assim, mas, é o tipo de filme onde várias pessoas choram. (xD)

bikekoi

Agora falando dos atores, Hiro é interpretado por Miura Haruma (que faz parte de um grupo de J-Pop chamado “Brash Brats” e também é ator), e Mika por Aragaki Yui (que é uma atriz/cantora/modelo muito popular no Japão). Para quem se lembra desses dois de algum lugar, Aragaki Yui é a menininha de My Boss My Hero, Code Blue, entre outros. E Miura Haruma ganhou popularidade com o filme Gokusen 3 (mas que ele estava muito diferente, sem esse cabelo branco), e também em Bloody Monday.

HOT

Bom, não se esqueçam que Koizora tem um filme, e um dorama. Aqui eu falei do filme. Os atores do dorama também mudam, claro. Em breve falarei sobre o dorama. Mas de qualquer forma. Recomendo o Filme.
Ja ne!
Patrício.