Tag Archives: Live action

Warner planeja fazer filme live-action de Bleach (e Death Note?)

23 fev

Yo!
A Warner Bros. adquiriu os direitos de adaptar o mangá Bleach, de Tite Kubo, e tem planos para um filme live-action. Eles agora estão desenvolvendo o projeto com a Viz (editora que publica a versão em inglês de Bleach), e já parecem ter a equipe pronta.

O mangá, que é muito famoso, já vendou 75 milhões de cópias no Japão. A Shueisha publica o mangá na revista semanal Shonen Jump no Japão, e o Studio Pierrot tem feito a adaptação do mangá para o anime e para os filmes desde 2004. Aqui em terras verde-amarelas o mangá é licenciado pela Panini. Desde 2008, no Brasil, os canais pagos de televisão Animax e Sony Spin exibiram os episódios 1 ao 52 e 53 ao 109, respectivamente.

A Warner Bros também adquiriu os direitos de fazer adaptações do mangá Death Note, de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata, que é distribuído no Japão pela Shonen Jump, na América do Norte pela Viz e no Brasil pela JBC. Eles estão adaptando os mangás Ninja Scrool (Jubei Ninpucho), de Yoshiaki Kawajiri, e Akira, de Katsuhiro Otomo. A Editora Viz até instalou um escritório em Hollywood em 2008 para levar os produtores do lugar a terem interesse nas propriedades da editora (Mangás, hehe). Segue um video de Akira (que é um dos mangás mais famosos de todos os tempos) abaixo:

Bom, uma vez ouvi alguém dizer que não tinha gostado do filme de Dragon Ball, desenvolvido pela Fox… Mas nunca se sabe né? Eu mesmo não assisti. Prometo que assistirei e direi algo sobre. Quem sabe não sai um filme bem legal pros fãs (to dentro) assistirem, né? Tomara!! Torçamos, pessoal!

Jaa!

Fonte: ANN 

Anúncios

Paradise Kiss – o filme

2 nov

Oi!!!

Para os interessados, eu não morri e estou de volta!!! Nada melhor para o meu retorno do que falar do filme derivado de um dos meus mangás top top, Paradise Kiss!!

Mas antes disso, eu gostaria de agradecer aos meus leitores que mesmo com o blog paradinho continuaram comentando e me apoiando, muito obrigada mesmo! Fico muito feliz em saber que o blog está sendo útil como fonte de entretenimento para alguém!

Mas voltando para o que todo mundo estava esperando (ou não), uma resenha para ressuscitar esse blog! O problema é que o post de hoje vai ser um pouco dividido, já que o filme me despertou emoções opostas. Vamos começar pelo mais importante, pela revolta!

Eu estava desesperada para assistir ao filme desde que ele foi anunciado. Por ser uma história jovem com emoções bastante realistas, eu estava pensando que poderia ser o melhor live-action ever. Mas não foi. Na verdade, passou bem longe disso.

Live-actions são sempre assuntos polêmicos, especialmente entre os fãs mais radicais. É impossível agradar à todos eles. Sempre irão reclamar ou do elenco, ou dos cortes, ou do cenário, enfim, agradar aos fãs mais hardcore não é um trabalho fácil (digo isso por experiência própria, quem acompanha o blog viu a minha saga para aceitar o dorama de Ouran, que ainda bem teve um final super feliz!). Mas para mim, o mais importante numa adaptação é que o “clima” da história seja preservado. A atmosfera que uma série exala faz com que, independentemente do formato, ela atinja o seu público. E o filme de Paradise Kiss pecou exatamente nisso.

Eu fiz uma resenha sobre Parakiss (anime e mangá) logo no começo do blog, e não me orgulho nem um pouco dela. Eu revisitei a série esse ano, e comentei um pouquinho sobre o anime aqui. Mas para quem não conhece a série, eu vou dar uma luz sobre ela. De uma maneira superficial, Parakiss conta a história de uma jovem do ensino médio que, ao ser descoberta como uma beldade na rua, é dragada para um grupo de estudantes de uma escola técnica de moda que desejam fazer dela a sua modelo. Nisso ela se envolve com o designer, o inesquecível George Koizumi.

Mas não basta o resumo de uma série para se fazer um bom filme, coisa que os diretores do live action pareceram ter esquecido. Paradise Kiss é muito mais do que isso, é uma série que discute as emoções avassaladoras da juventude, o impulso, a paixão, o desejo, e acima de tudo: o sonho. Por meio de Yukari, que começa a série vivendo uma vida padrão, somos colocados de frente para o famoso dilema do “e agora?”. Ela continua os estudos (área que sempre teve que se esforçar muito para obter algum sucesso) para se garantir profissionalmente, ou investe no sonho de se tornar uma modelo? E George? Ele deve podar a sua inspiração ou continuar desenhando roupas de sonho?

Ou seja, o que eu quero dizer é: Paradise Kiss não é apenas uma história sobre o que um grupo de jovens fez, mas sim sobre os sentimentos que motivaram essas ações. Essa é a sedução do mangá, que o filme ignorou.

O filme além de fazer mudanças estapafúrdias na história, como abalar profundamente a paixão entre George e Yukari (que eu afirmo, era uma paixão tórrida, não era um amor puro cheio de margaridas, eles eram unidos pelo desejo um pelo outro, George encontrou em Yukari a sua musa, ela por sua vez teve contato com um sonhador, e se apaixonou pelo mundo de maravilhas que vinha com seus objetivos). O filme foi apenas um amontoado de acontecimentos corridos e sem significado.

Esse é o meu jeito enrolativo de dizer que o filme estava muito chato e que não tinha nada a ver com a minha série maravilhosa e amada. Era uma decepção. Até os 15 minutos finais…

E eu que estava de mau-humor com o filme (segue a lista com alguns motivos):

  • Aquele guri feio que faz o Tamaki do Ouran foi escalado de novo como galã (e olha que eu ganhei simpatia pelo menino depois do dorama);
  • O cabelo da Miwako não sé rosa (e o do George não é suficientemente azul, embora o menino estivesse bonito no filme, então tudo bem);
  • Aquela atriz, que interpreta a “rival” de George que recebe meu ódio desde aquele personagem irritante dela em Hana Yori Dango (coitada né, só dão papél de mulher pentelha pra ela!);
  • As músicas são chatinhas;
  • Não fica claro o quão irreais são as roupas que George faz, e o obstáculo que ele enfrentaria em sua carreira;
  • E mais importante de tudo, indignada com a falta de paixão!

… me deixei seduzir nos minutos finais.

Por conta de um simples motivo, ELES DERAM O FINAL QUE 99,9% DOS FÃS SONHOU PARA A SÉRIE. Eu fiquei em êxtase. Quando eu percebi o rumo que a história estava tomando após uma inocente fala do Tokumori no meio da rua, eu chorei. Quando chegou o momento esperado, eu estava chorando e gargalhando alto ao mesmo tempo.

E o que é pior? Um filme fantástico com um final decepcionante, ou um live-action nada a ver COM O FINAIL MAIS PERFEITO DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE?? Tirem as suas próprias conclusões.

Não recomendo o filme para quem nunca leu o mangá, seria uma primeira impressão muito fraca sobre a história.  Esse é o típico material que é válido para levar quem já é fã ao delírio, e só.

Mas uma pequena ressalva quanto ao fim… Precisa mesmo separar o casal por anos para depois reatar? Japão, a gente já está cansado desse recurso, ATÉ QUANDO??? (E Coréia, se liga aí! Parakiss seria um dorama sensacional, hein?).

XOXO

Mallu

Ai ai ai Ouran…

31 jul

Oi!!

  Eu já falei bastante mal do dorama de Ouran, né? Mas depois desse episódio 2, até que me convenceu um pouquinho… Pode não ser a adaptação dos meus sonhos, mas dá pra se divertir.

  Vou continuar acompanhando e ver no que dá!

  (Tudo culpa da história do exame médico! Droga, mas também usar um dos meus capítulos favoritos é covardia e manipulação! Huahaha)

XOXO

Mallu

Série Live Action da Turma da Mônica Jovem

30 mar

Oi!!^^

  Então né…

  Eu passei minha infância inteira lendo os gibis da Turma da Mônica. Quando eles lançaram a Turma da Mônica Jovem (que ainda afirmo, é gibi!), eu acompanhei a série no começo. Acabe deixando depois de algum tempo, não me lembro exatamente quando… Eu já falei sobre TMJ no blog antes, principalmente nesse post.

  Aí hoje eu abro a página do JBox e vejo a  chamada “Turma da Mônica Jovem terá Live Action”. Na hora senti um frio na espinha e pensei “OMG, novela teen pra deturpar todos os conceitos da minha infância”  (nunca gostei dessas novelas/ seriados/ filminhos teen (especialmente aqueles no maior estilo “colegial americano”, me desculpem… :/ ).

  MAS a verdade era muuuuuito mais assustadora. Eles vão substituir as cabeças dos atores por animações em 3D. EXATAMENTE, SOMENTE AS CABEÇAS!!  (alguém consegue imaginar isso??)

  Estou apavorada até agora…

XOXO

Mallu

Trailer de Paradise Kiss e Último volume de OURAN

30 mar

Oi!!^^

  Nossa senhora da bicicletinha, de hoje eu não passo. Notícias lindas (uma feliz e outra nem tanto) das minhas duas séries favoritas!!!!

  Hoje saiu o tariler completo do filme de Paradise Kiss. Está parecendo que o filme vai ser bem fiél à história original! Esse é pra aumentar a ansiedade!!

  E agora a notícia chatinha… Eu sei que a série já acaboou, eu já li até o final, mas enfim… quando o último volume sai, é como se mostrasse que é o fim MESMO (embora eu esteja na esperança de um volume extra com os gaidens). Dia 5 de Abril será lançado o último volume de Ouran (com direito à eventos especiais com a autora -chique-).

  Preciso falar que amei a capa? Melhor que isso só se fossem todos os hosts juntinhos (ok, isso seria bem melhor né?). O último capítulo, para quem ainda não leu, pode ser um pouco decepcionante para os leitores que queriam um pouco mais de paixão. Mas tem todo o MOE MOE que a série prega desde o seu início.

Vi a notícia no Shoujo Café.

XOXO

Mallu

Mania de Parakiss…

6 mar

Oi!!^^

  Uma das minhas séries josei favoritas de todos os tempos é Paradise Kiss. Eu já falei do mangá aqui, logo no começo do blog, na época em que as minhas resenhas eram muito mais afetadas do que atualmente… rsrsrsrs

  Para quem não sabe, também existe um anime com 12 episódios, que eu acho muito bom também. Eu diria que se formos analizar de uma forma geral, o anime é bastante fiél a história do mangá. O problema é que eles excluem muitos detalhes que eu, como fã, considero essenciais para a história (principalmente toda aquela parte do Tokumori-kun, a sorte é que eles contaram no final um pedacinho da infância de Isabella, que eu acho a parte mais fofa do anime). Então eu recomendo que você primeiro leia o mangá, e depois assista ao anime ^^ (mas para quem não quer ler o mangá, da pra se contentar com o anime, que é um ótimo divertimento, já que é curtinho e tem um final bastante definido).

  Mas porque eu estou falando de Paradise Kiss agora? Eu simplesmente estou deseperada com a série… Eu estou morrendo de vontade de assistir ao live action, que só estreia em maio… T.T

  Então, para passar o tepo, eu assiti ao anime pela terceira vez e estou lendo o mangá de novo!^^  O Mangá foi publicado no Brasil pela editora Conrad na época em que ela ainda estava boa… :/ sério, morro de saudades da Conrad, ela publicou os meus amados Paradise Kiss e Zettai Kareshi (lembram??). Atualmente é tão difícil de encontrar essas séries… isso me deixa triste…

  Enfim. Espero que o filme seja excelente, para fazer justiça ao mangá! Eu queria na verdade um dorama né? Mas um filme já está bom. No elenco principal, temos Keiko Kitagawa como Yukari, e Osamu Mukai como George (Osamu Mukai, se você me decepcionar como George, eu prometo que pego um voô noturno pro Japão só para te dar uma bolsada).

  Fica aqui o trailer do filme. Mal posso esperar ^^

(Peraí, cadê o seu cabelo azul, George?? T.T Tomara que seja, no mínimo, azul escuro… É azul escuro, né? Quando o filme estreiar vai dar pra ver que é azul, né?)

XOXO

Mallu

Samurai X ganhará versão em Live-Action

14 jul

Mais um anime de sucesso ganhará uma versão em Live-Action, dessa vez, Samurai X (Rurouni Kenshin).

A idéia de um live-action não é nova, mas não era possivel executá-la por falta de tecnologia na época.

Alguns nomes foram cogitados para o papel principal, mas segundo o site japones Entante, Takeru Sato fará o papel. Sato é conhecido por participações em doramas. Alguns deles adaptações de mangás.

Ja Ne!

Fonte: ANM TV

Nodame Cantabile : Finale MESMO!

10 out

Oi!!^^

  Hoje tem uma notícia, que eu não consegui classificar como feliz ou triste… Feliz porque toda história deve ter um começo, meio e fim, e histórias que não são finalizadas são revoltantes. Triste porque o meu coração dói ao pensar em me despedir de uma das minhas histórias favoritas.

  Hoje chegou nas bancas japonesas a edição da Kiss que traz o ÚLTIMO CAPÍTULO DE NODAME CANTABILE!

kissnodame

 

  O capítulo em questão é o de número 136. Espero um encerramento lindíssimo, digno da série. Claro que, com o gigante sucesso de Nodame Cantabile, ela não é classificável como “uma série a mais”, ee é daquelas histórias que nunca serão esquecidas. Com certeza Nodame permanecerá no hall dos melhores mangás Josei para sempre, e se tornará um clássico.

  Para não perder Nodame de foco (o povo que não é bobo e nem nada), ainda serão publicados gaidens de Nodame na Kiss, além das apresentações da Orquestra de Nodame em dezembro.

  Vale lembrar que em Dezembro sai também o primeiro filme da série, filmes que encerrarão a história dos doramas de Nodame ( que possui 11 episódios, e mais dois especiais (Nodame em Paris)). E em janeiro, sai a terceira e última temporada do anime (primeira com 23 episódios e a segunda com 11).

  Ufa, muitas notícias de Nodame. Apresentações da orquestra, filme, fim do mangá e ainda anime no começo do ano que vem…  E é isso que eu chamaria de uma franquia de sucesso.. rsrsrs

  Eu amo Nodame, e recomendo tudo que for relacionado a série. Pena que, assim como o mangá, o dorama e o anime estão beirando o fim… E o Chiaki vai deixar saudades…

XOXO

Mallu

 

(Ah, aproveitando. Gnte, deem uma passadinha lá na página das fanarts, porque em desenho novo! É mais um desenho lindo da Mayara Yumi. Desta vez, ela fez a Sakura e o Kero-chan *-*, vale a pena olhar!)

Lovely Complex

2 ago

Oi!!^^

  Hoje vamos falar de Love*Com ^^ . Lovely Complex começou com um mangá, que possui 17 volumes, e que (ainda) não veio para o Brasil. O mangá, de autoria de Nakahara Aya, ganhou um anime de 24 episódios e um live-action, além de um jogo para PS2.

lovely-complex-op-large-06

  Love Com conta a história de amor entre Koizumi Risa, uma menina muito alta para os padrões japoneses (170 cm), e de Otani Atsushi, um menino muito baixo… para os padrões internacionais(156 com). Rsrsrsrs.

  Ambos são colegas de classe. No começo eles se odeiam, depois vão ficando amigos. Como os dois são muito engraçados, são muito populares entre os colegas da escola como sendo os “All Hanshin Kyojin”, uma característica dupla de comediantes japoneses, onde um deles é alto e o outro é baixo.

  Tudo começa com uma aposta: qual deles conseguiria arrumar um namorado primeiro? Só que, os respectivos alvos de ambos começam a namorar. Com todos os seus amigos namorando, os dois se veem obrigados a passar muito tempo juntos. Com isso, os laços entre eles se fortalecem, até que Risa se apaixona. Será que Otani irá corresponder aos sentimentos dela, ou 14 centímetros são uma barreira intransponível para o amor?

lovelycomplex1_01

  Com certeza é um dos melhores animes de todos. Na minha lista pessoa, está em terceiro lugar, logo abaixo de OURAN e de Nodame Cantabile. Vale muito a pena para aqueles que gostam de comédias românticas, e para aqueles que areditam que nenhum impecílio é grande demais quando existe o amor verdadeiro.

  O mangá vai ganhar uma espécie de continuação, que irá se chamar Lovely Complex Deluxe, ou apenas Love Com D. Porém os personagens principais não serão Risa e Otani. Ainda não se sabe se o casal principal será algum casal de amigos da dupla, que apareceram como coadjuvantes em Love Com, ou se serão criados novos personagens.

Eu recomendo^^

XOXO

Mallu