Mononoke Hime

3 mar

Yo!

Hoje vou falar sobre Mononoke Hime, ou Princesa Mononoke (esse filme não foi lançado no Brasil), de Hayao Miyazaki. E pra quem pensou que esse diretor só fazia filme de criancinha, se enganou!! Não acho que criancinhas ficariam muito felizes ao assistir esse filme, que é o único que tem violência dentre os filmes que já assisti do Hayao. Já dá pra ter uma ideia pela imagem, né?

Bom, antes de qualquer coisa, queria dizer que a trilha sonora desse filme é sensacional, na minha opinião. HAHAHA.
Esse filme é excelente. Pra mim, é o melhor do Hayao Miyazaki. Mas vamos ao que interessa.
Mononoke não é o nome da garota da foto, que seria a “princesa”. O nome dela é San. Mononoke em japonês pode significa monstro ou espírito.
O filme foi lançado em 1997  no Japão, em 1999 nos Estados Unidos, e nunca (até agora) no Brasil.

A história se situa no período Muromachi do Japão (de 1333 a 1568), num tempo no qual os humanos conviviam com feras e deuses animais. Tudo começa quando um demônio possui o corpo do Deus Javali, e vai em direção ao vilarejo do qual Ashitaka, é príncipe. Assim sendo, Ashitaka batalha com o Deus Javali possuído para proteger sua vila. Entretanto, ele é amaldiçoado pelo demônio que possuía o Javali antes de matá-lo. Essa maldição lhe dá força sobre-humana, mas lhe matará em algum tempo.

Ashitaka então parte para o Oeste, buscando uma solução para seu problema. Lá ele encontra os mineradores da aldeia do ferro, comandada por Lady Eboshi, que está em batalha contra os deuses animais por território. Os humanos querem explorar a natureza e aumentar seu poder e riqueza. Para isso, precisavam se livrar dos deuses animais e das feras.

Do lado dos gigantes deuses animais está San, uma humana que foi criada pelo Deus Lobo, e que é chamada de Princesa Mononoke pelas pessoas da aldeia do ferro. San odeia os humanos por que querem acabar com a floresta. Tanto que as vezes esquece de sua própria humanidade.

Ashitaka vê a ganância humana e tenta achar um meio para que os humanos e os deuses animais possam viver em harmonia e paz, dando fim à luta. Entretanto, cada vez mais os dois lados se distanciam e se tornam mais violentos.
Assim a história toma forma e rumo.

Mononoke Hime foi uma das animações mais caras já produzidas no cinema japonês na época em que foi lançado. Foi um sucesso internacional, recebendo várias críticas positivas. Foi também o filme com maior bilheteria da história do Japão até Titanic ser lançado. Além disso, é considerado o maior anime da década de 90, com Evangelion. Hayao Miyazaki levou 16 anos para desenvolver completamente a história.

O filme tem uma atmosfera mágica, uma coisa diferente, que  é difícil de explicar. Além disso, tem uma imagem boa e uma trilha sonora impecável, de Joe Hisaishi (o mesmo que de Ponyo, A Viagem de Chihiro e Castelo Animado). Deu pra perceber que é um dos meus filmes favoritos, né? Super recomendo, apesar de não ser um filme pra criancinhas de 5 anos. Já vi esse filme ALGUMAS vezes! Hahahahah

Enfim, é isso.
Ja!

Anúncios

6 Respostas to “Mononoke Hime”

  1. Lukas 04/03/2012 às 17:29 #

    Fiquei tão feliz de ver que vcs voltarão, esse filme pareçe ser bem interessante.., tomara que vcs continuem a ficar postando com frequencia…

  2. FabrYuki 05/03/2012 às 19:59 #

    ainda nao vi, mas sei que é muito conceituado sendo considerado um dos melhores dos anos 90.

  3. FabrYuki 13/03/2012 às 20:42 #

    Mononoke hime é de um gênero atípico levando em consideração a maioria ou pelo menos as produções mais conhecidas do miyazaki, mas não é a única, já que se trata de um filme de ação, mas provavelmente não deve se perder na pancadaria com dragon Ball ou coisas do gênero.

  4. FabrYuki 13/03/2012 às 20:48 #

    Só pra complementar, li numa revista “made in japan” de 2001 uma entrevista de hayao mizaki que falava sobre a viagem de chihiro, a qual havia ganho o urso de ouro de Berlim, e uma critica que ele fez é que as produções japonesas estavam cheias de violência e sexo, e achei fantástico, e apesar de ser admirador da arte da animação, especialmente a asiática as vezes é dificil encontrar um titulo que vale a pena.

  5. FabrYuki 04/10/2012 às 00:41 #

    recentemente vi uma produçao mais atual do miyazaki, karigurashi no arriety, que é uma adaptaçao de os pequeninos, muito legal.

  6. FabrYuki 04/10/2012 às 00:44 #

    tenho expectativs que lancem karigurashi no arriety em dvd por aqui, e levando em consideração a estrutura nao acredito que a censura seja um grane problema, pois ja lançaram outras obras do miyazaki e do estudio ghibli por aqui e fazendo uma comparação kna nao deixa nada a desejar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: