Tag Archives: Natsuki Takaya

Os melhores shoujo no Brasil (parte um)

4 abr

Oi!!^^

  As pessoas sempre me perguntam sobre indicações de mangás para ler, e me perguntam sobre coisas que eu leio. O problema é que eu leio muitos mangás americanos, então fica meio complicado indicar…. Então eu decidi fazer uma lista (por ordem alfabética) dos mangás shoujo (e alguns outros que eu acompanho) que na minha opinião são os melhores, e são/foram/serão publicados por editoras brasileiras.

  A lista foi completa e unicamente baseada na minha opinião, hehe… mas com certeza voce deve se identificar com alguma coisa… As imagens são as capas que eu considero mais bonitas.

  Só um detalhe, o título do post está como “os melhores shoujo do Brasil” porque a maior parte da lista é shoujo (embora ela tenha de tudo), e também porque eu não quero ver ninguém reclamando coisas do tipo : “Que lista m…. , cadê Bleach?” , Ok?? 

Vamos lá!

Black Bird

  Serializado atualmente pela editora Panini, o mangá já tem 6 volumes publicados (e sua publicação continua no Japão). Eu preciso fazer uma resenha decente de Black Bird, mas enquanto isso, vocês podem ler a que eu fiz quando li o primeiro volume.

   O mangá (de Sakurakouji Kanoko) é um shoujo de romance, com temática sobrenatural. Uma das minhas publicações atuais mais queridas.

Chobits

  Não é shoujo, é um seinen ecchi. É uma comédia romântica divertidíssima na qual um menino se apaixona por uma andróide (a fofíssima e famosa Chii).

 O mangá (da CLAMP) foi publicado pela editora JBC no formato de meio tankobon, por isso tem 16 edições (algumas delas bem complicadas para serem encontradas…).

Colégio OURAN Host Club

  Como faltar né? O meu mangá shoujo favorito, que é uma comédia (bem doidinha) e com romance, sobre uma garota pobre que por ser muito inteligente acaba em uma escola de elite. Lá ela se envolve acidentalmente com um grupo maluco de Hosts que mudarão a sua vida para sempre.

    Já falei bastante de OURAN no blog…vocês podem ler mais aqui e aqui.

  O mangá (de Hatori Bisco) é publicado atualmente no Brasil pela editora Panini, e por enquanto tem 15 volumes publicados (sendo que a história se encerrará no volume 18).

Death Note

  Meu Shounen favorito! É um suspense policial, com temática sobrenatural. Incrível. O Patrício falou de Death Note aqui no blog. É a história de um menino, que com um senso de justiça um pouco deturpado (mas boas intenções iniciais) se vê de repente com o poder de eliminar os criminosos do mundo.

  O mangá (de Ohba Tsugumi e Obata Takeshi) foi publicado pela editora JBC e conta com 12 volumes e um extra.

Full Moon wo Sagashite

   Mangá ( de Tanemura Arina) com 7 edições, publicado pela editora JBC.

  Não é um dos meus 10 shoujos prediletos, mas é bonitinho. A história é um drama, com temática sobrenatural,de uma menina que está para morrer mas sonha em ser cantora. Já falei de Full Moon no blog.

Fruits Basket

  Coisa linda! Uma das primeiras séries longas que eu acompanhei.  É um shoujo com temática sobrenatural e bastante drama. Com certeza uma das melhores séries! Conta a história de Tohru, que depois de órfã passa a viver em uma casa com belos homens, que possuem um segredo bastante incomum.

  Com autoria de Takaya Natsuki, foi publocado pela JBC em 23 volumes (e zero qualidade, se me permitem dizer). Leia mais aqui.

Galism

  Um shoujo divertido (e fraquinho…), sobre três irmãs que gostam bastante de namorar…

  O mangá (de Mayumi Yokoyama) foi publicado no Brasil pela editora Panini, e têm 6 edições. Eu falei um pouco de Galism aqui.

GEN – pés descalços

  Mangá shounen (de Nakazawa Keiji)  publicado em 4 edições luxuosíssimas pela editora Conrad, mas que hoje são impossíveis de se achar.

  História forte de um menino que sobrevive à bomba de Hiroshima, e tem de reconstruir a sua vida.

Hetalia

  Tirinhas (de Himaruya Hidekaz) que fazem comédia com acontecimentos históricos, e tem como personagens os países envolvidos personificados da maneira mais MOE possível.

  É publicado pela editora NEW POP em edições bonitas e periodicidade insana. Atualmente só possúi um volume publicado.

Honey & Clover

  Josei (de Chika Umino) que conta o dia a dia de uma turma de amigos que estudam em uma escola de artes. O mangá é muuito bom, e possui um equilíbrio entre comédia e drama.

  Honey & Clover tem 10 edições e foi publicado pela editora Panini.

Kaichou wa Maid-Sama!

  Maid Sama (de Fujiwara Hiro)  é um school-life shoujo incrível, eu gosto muito! Conta a história de uma rígida presidente do conselho estudantil, que trabalha secretamente em um maid café.

  Maid Sama (que ainda está em publicação no Japão) será publicado no Brasil pela editora Panini. Eu falei sobre Maid Sama aqui e aqui.

KareKano

  Um school-life shoujo que muita gente adora e eu apenas gosto. Conta a história de dois jovens, que são considerados os melhores da escola, e que passam a viver um romance.

  O mangá (de Masami Tsuda) tem 21 volumes, publicados pela Panini.

Kimi ni Todoke

   Kimi ni Todoke é um school-life shoujo bem bonitinho, que conta a história de uma menina muito meiga, qua não consegue se enturmar por ser muito estranha. Ela é ajudada pelo menino mais popular da sala, e eles se apaixonam.

  Kimi ni Todoke (de Shiina Karuho) ainda está em publicação no Japão, e será publicado no Brasil pela Editora Panini. Eu falei sobre Kimi ni Todoke aqui e aqui.

  Gente, por hoje é só. Amanhã eu volto com o restante da lista. Eu dividi o post no meio, porque ele já estava muito extenso.

XOXO

Mallu

Anúncios

Hoshi wa Utau é da Panini! (E mais lançamentos de shoujo/josei)

30 jul

Oi!!^^

  Gente, não sei como perdi essa notícia! (Todo mundo já sabia, menos eu, mas vou postar mesmo assim u.ú) Mas o fato é: eu estava passeando pelo site da Comix, como sempre, quando de repente os meus olhinhos brilharam em cima de “As estrelas cantam”. Eu parei por um momento e falei: gente, esse é o traço da minha amada Takaya Natsuki, autora de Fruits Basket. Foi então que eu acordei. O mangá em questão era Hoshi wa Utau, que na versão brasileira foi batizado com a tradução literal, “As estrelas Cantam”.

   Aaaaaa! Fiquei tão feliz! Gente, é mais Takaya-san no Brasil!!! \o/

  Eu ainda não li o mangá, mas já ouvi falar dele. Um resuminho básico:

  As estrelas cantam é um mangá shoujo, publicado originalmente na Hana to Yume, que  conta a história de Shiina Sakuya, uma estudante de ensino médio, que morava sozinha com o seu suposto tio. Até que, ao completar 18 anos, em uma noite de primavera ela encontra um rapaz que irá mudar o seu destino.

Fonte do resuminho: Wikipédia e JWorld (gente, a loja virtual do JWorld é ótima, enfim…) (não, ninguém me pagou para falar isso, é que eu gosto mesmo!).

  Mas a alegria não para por aí!

  Outro lançamento que eu descobri (vergonhaa de mim): Rockin’ Heaven. Esse material eu (ainda) desconheço. Outro shoujo! ^^ Resuminho:

  “Criado e desenhado por Mayu Sakai, o mangá Rockin’ Heaven foi originalmente publicado na revista Ribon, no Japão, e conta sobre a vida escolar de Sawa Konishi, uma estudante que entrou na Academia Heaven’s Wing apenas porque achava o uniforme bonitinho. No entanto, depois descobre que o colégio era antes exclusivamente para meninos. A série é composta de 8 volumes.”

  Resuminho descaradamente copiado e colado do JWorld.

  Outro lançamento recente da Panini (e esse eu já sabia que tinha sido lançado, rsrsr) foi Spicy Pink, mangá josei de autoria de Yoshizumi Wataru (mesma de Marmalade Boy, Ultramaniac, ambos publicados no Brasil pela Editora Panini, e de PxP, prometido para ser lançado em breve no Brasil). A história é de uma mangaká que vai a um bar e cohece um médico, com quem começa a ter um romance. O shoujo café tem um resumo bom de Spicy Pink.

  Não esqueçam também de The Gentlemen’s Alliance, de Tanemura Arina, mesma autora de Full Moon wo Sagashite, que o Patrício já noticiou aqui, mas que ainda não está disponível para vendas.

  É isso aí Panini! Por favor, continue trazendo muitos shoujos para nós! Será que todo esse volume e variedade de shoujos vai me fazer sentir menos órfã de Ouran, que está pausado? T.T

  Enfim, Panini de parabéns, melhor que a JBC que não trouxe nenhum shoujo pra gente nessa última leva! (Embora tenha licenciado mangás ótimos!)

  Quando eu ler os mangás eu resenho pra vocês.

XOXO

Mallu